Frete Grátis - Veja as regras
39 lojas físicas desde 1958
Até 3X sem juros no cartão
Enviamos para todo o Brasil
Compra segura 100% protegida
Melatonina 5 Mg 60 Comprimidos
Melatonina 5 Mg 60 Comprimidos
Melatonina 5 Mg 60 Comprimidos
Melatonina 5 Mg 60 Comprimidos
Melatonina 5 Mg 60 Comprimidos
Melatonina 5 Mg 60 Comprimidos
20%

Melatonina 5 Mg 60 Comprimidos

Código: 93060
|
Estoque: Disponível
De R$62,50
Por R$50,00
Quantidade:
Compre mais e Ganhe Desconto!
  • Compre 2 por R$47,50 cada e ganhe 5% de desconto
  • Compre 3 por R$45,00 cada e ganhe 10% de desconto
  • Compre 4 por R$42,50 cada e ganhe 15% de desconto
Calculando frete e prazo
Calcule o frete

Comprar Melatonina 5 Mg 60 Comprimidos com melhor preço e entrega em todo o Brasil. Conheça todas as apresentações de Melatonina

Frete Grátis
veja as regras
39 Lojas Físicas
desde 1958
Até 3X sem juros
a partir de R$100,00
BRONZE
Loja Bronze E-bit
eleita pelos consumidores

Informações do produto

A melatonina (N-acetil-5-metoxitriptamina), um neuro-hormônio pertencente ao grupo das indolaminas, é uma molécula altamente conservada evolutivamente, apresentando funções decorrentes de sua produção noturna em todos os grupos de seres vivos, desde organismos unicelulares até o homem. Este hormônio é produzido
na glândula pineal e secretado na corrente sanguínea. A glândula pineal é considerada o principal órgão produtor de melatonina, mas diversos outros tecidos ou células, incluindo os macrófagos e monócitos, possuem a capacidade de produzi-la.

Características do produto

A melatonina é uma molécula com alto coeficiente de partição óleo-água, atuando tanto na membrana plasmática como no interior da célula. No entanto, mecanismos ou locais de ação intracelulares para a melatonina ainda não foram definidos. Os estudos mostram ação antioxidante e ação inibitória sobre a enzima calmodulina.
Esses efeitos somente foram descritos utilizando doses de melatonina acima das concentrações atingidas no organismo. Então, os mecanismos de ação da melatonina podem ser subdivididos em:
1 – Mecanismo de ação extracelular via receptores de membrana;
2 – Mecanismos de ação intracelulares, neste caso a melatonina poderá agir através de:
• Inibição da enzima cálcio-calmodulina;
• Receptores da nucleares;
• Ação Antioxidante.

Para que serve

- Distúrbios do Sono; - Condições Neuropsiquiátricas e Desordens do Sono; - Saúde Cardiovascular; - Epilepsia; - Migrânea; - Outras Indicações Clínicas Outras benefícios da melatonina incluem proteção contra os efeitos da radiação ultra-violeta na pele e glaucoma. - Melatonina e Câncer A atividade diminuída da glândula pineal poderia contribuir para a gênese de tumores de mama por provocar hiperestrogenismo relativo. Essa teoria foi complementada por experimentos in vitro que demonstraram as ações antiproliferativas da melatonina sobre células de câncer de mama. A teoria foi corroborada pela descoberta de novos mecanismos de ação da melatonina, como suas propriedades antioxidantes e imunomoduladoras.

Como Usar

1 Comprimido sublingual 30 minutos antes de dormir.

Precauções

Os efeitos adversos da melatonina são poucos e geralmente ela é considerada segura nas dosagens recomendadas. Casos isolados relatam distúrbios psicomotores (desorientação, fadiga, dor de cabeça, vertigem e aumento do risco de alterações comportamentais). Podem também ocorrer anormalidades sanguíneas associadas com o uso em monoterapia da melatonina ou associada a outros fármacos. - Interações da Melatonina com Outros Fármacos O metabolismo hepático da melatonina ocorre primariamente através do citocromo P450 e do sistema enzimático CYP1A2. Portanto, os fármacos que alteram a atividade do CYP1A2 têm efeitos sobre o metabolismo da melatonina. Fármacos que inibem a CYP1A2 podem aumentar os níveis séricos de melatonina como, por exemplo, fluvoxamina, cimetidina, ciprofloxacina, eritromicina e antidepressivos tríclicos. Os níveis endógenos de melatonina aumentam devido ao consumo de cafeína. A suplementação de melatonina pode ter um efeito aditivo, necessitando em uma redução da dose em pessoas que consomem muita cafeína. Os anti-inflamatórios não-esteroidais, tais como ibuprofeno e naproxeno, podem suprimir a produção de melatonina endógena, necessitando de sua administração. Estudos indicam também que o uso concomitante de melatonina e fármacos anticoagulantes (warfarina) pode aumentar o risco de sangramento. A administração de melatonina reduz a pressão sanguínea entre 4 a 10 mm de Hg, em doses de 1 mg. Portanto, pacientes que usam beta-bloqueadores ou outros agentes anti-hipertensivos podem apresentar uma potenciação da ação hipotensiva. Da mesma forma, as propriedades sedativas da melatonina podem potencializar os efeitos sedativos de outros fármacos com esta ação. A melatonina afeta os níveis de insulina e glicose e, dessa forma, cuidados devem ser tomados na administração em conjunto com medicações redutoras dos níveis de glicose. - Interações da Melatonina com Fitoterápicos Fitoterápicos com ação sedativa, hipoglicemiante e anticoagulante podem potencializar os efeitos exógenos da melatonina. Vitex agnus castus (Chasteberry) aumenta a secreção endógena de melatonina e pode aumentar os efeitos da suplementação exógena da mesma.

Referências

Liu Z(1), Gan L(1), Luo D(1), Sun C(1). Melatonin promotes circadian rhythm-induced
proliferation through interaction of Clock/HDAC3/c-Myc in mice adipose tissue. J
Pineal Res. 2016 Dec 17. doi: 10.1111/jpi.12383. [Epub ahead of print]
Zhang Y(1), Wei Z(2), Liu W(2), Wang J(2), He X(2), Huang H(1), Zhang J(1), Yang Z(2).
Melatonin protects against arsenic trioxide-induced liver injury by the upregulation of
Nrf2 expression through the activation of PI3K/AKT pathway. Oncotarget. 2016 Dec
14. doi: 10.18632/oncotarget.13931. [Epub ahead of print]
Ivry M(1), David G(2), Wiam W(3), Haim B(3). Melatonin premedication improves
quality of recovery following bariatric surgery - a double blind placebo controlled
prospective study. Surg Obes Relat Dis. 2016 Nov 3. pii: S1550-7289(16)30798-5.
doi:10.1016/j.soard.2016.11.001. [Epub ahead of print]
Aghdam MS(1), Fard JR(2). Melatonin treatment attenuates postharvest decay and
maintains nutritional quality of strawberry fruits (Fragaria×anannasa cv. Selva) by
enhancing GABA shunt activity. Food Chem. 2017 Apr 15;221:1650-1657. doi:
10.1016/j.foodchem.2016.10.123. Epub 2016 Oct 27.
MesriAlamdari N, Mahdavi R, Roshanravan N, LotfiYaghin N, Ostadrahimi AR,
Faramarzi E. A double-blind, placebo-controlled trial related to the effects of
melatonin on oxidative stress and inflammatory parameters of obese women.
HormMetab Res. 2015 Jun;47(7):504-8.
Waldhauser F, Waldhauser M, Lieberman HR, et al. Bioavailability of oral melatonin in
humans. Neuroendocrinology 1984;39:307-313.
DeMuro RL, Nafziger AN, Blask DE, et al. The absolute bioavailability of oral
melatonin. J ClinPharmacol 2000;40:781-784.
Di WL, Kadva A, Johnston A, Silman R. Variable bioavailability of oral melatonin. N
Engl J Med 1997;336:1028-1029.
Aldhous M, Franey C, Wright J, Arendt J. Plasma concentrations of melatonin in man
following oral absorption of different preparations. Br J ClinPharmacol 1985;19:517-
521.
Cajochen C, Krauchi K, von Arx MA, et al. Daytime melatonin administration enhances
sleepiness and theta/alpha activity in the waking EEG. Neurosci Lett 1996;207:209-
213.
Ferini-Strambi L, Zucconi M, Biella G, et al. Effect of melatonin on sleep
microstructure: preliminary results in healthy subjects. Sleep 1993;16:744-747.
Wang F, Li J, Wu C, et al. The GABA(A) receptor mediates the hypnotic activity of
melatonin in rats. PharmacolBiochemBehav 2003;74:573-578.
Lewy AJ, Ahmed S, Jackson JM, Sack RL. Melatonin shifts human circadian rhythms
according to a phase-response curve. ChronobiolInt 1992;9:380-392.
Deacon S, English J, Arendt J. Acute phase-shifting effects of melatonin associated
with suppression of core body temperature in humans. Neurosci Lett 1994;178:32-34.
Cagnacci A, Krauchi K, Wirz-Justice A, Volpe A. Homeostatic versus circadian effects of
melatonin on core body temperature in humans. J Biol Rhythms 1997;12:509-517.
Maestroni GJ. The immunotherapeutic potential of melatonin. Expert OpinInvestig
Drugs 2001;10:467-476.
Lissoni P, Ardizzoia A, Tisi E, et al. Amplification of eosinophilia by melatonin during
the immunotherapy of cancer with interleukin-2. J BiolRegulHomeost Agents
1993;7:34-36.
Lissoni P, Barni S, Tancini G, et al. A study of the mechanisms involved in the
immunostimulatory action of the pineal hormone in cancer patients. Oncology
1993;50:399-402.

Mais informações

Código do produto: 93060
Marca: Manipulação Minas Brasil
Opiniões sobre o produto
Dê sua opinião sobre este produto
Escolha uma nota:
A sua avaliação passará por uma aprovação antes de ser publicada.
Tags deste produto
Outras pessoas marcaram este produto com as seguintes tags:
1